Os termos mais usados no mercado de franquias que você precisa conhecer

mercado de franquias

Muitas vezes, a pessoa busca investir no mercado de franquias, mas por ser nova no ramo, não conhece muita coisa e fica até perdida em muitos termos que existem nesta área.

E realmente são muitas expressões que o público geral não conhece, mas se você é um investidor, novato ou experiente, precisa se familiarizar com elas para entender melhor este setor.

Mas fique tranquilo! Porque neste post vamos trazer os termos mais usados no mercado de franquias que é preciso conhecer para entrar no jogo! Vamos lá!

 

Franquia

É quando uma empresa vende a licença para outra pessoa explorar sua imagem.

Isso vai desde as questões visuais, como o nome, a logomarca, as cores, até o modelo de negócio em si, a estrutura, o layout das lojas e o conhecimento no processo. 

Existem vários tipos de franquias, mas o principal objetivo delas é oferecer ao investidor a abertura de um negócio com risco reduzido, se beneficiando de uma marca já consolidada no mercado. 

 

Franqueadora

É a empresa que está disponibilizando, ou vendendo no caso, a licença de uso da sua marca para outras pessoas, ou seja, para outros investidores. 

Ela é a responsável por gerenciar toda a rede de franquias que vai surgir com a venda de sua marca em várias cidades. 

Além disso, ela faz a gestão dos processos e da questão operacional da franquia, distribuição dos produtos, entre outras coisas. É a franqueadora que define as regras, normas e políticas para a utilização da marca em todos os aspectos. 

 

Franqueado

É o outro lado da moeda. É o investidor, a pessoa interessada em explorar a marca que está disponível no modelo de franquias. 

Ele, assim como a franqueadora, também tem seus direitos e seus deveres. Entre os deveres está seguir as determinações do uso correto da marca pela franqueadora e pagar as taxas.

Quanto aos direitos, ele poderá, por exemplo, ter exclusividade sobre a marca em uma determinada região e ter acesso ao know-how da empresa.  

 

Contrato de franquia

No mundo dos negócios tudo funciona por meio do contrato, e na franquia não é diferente. Ele é o documento jurídico que define a relação entre o franqueador e o franqueado, colocando no papel os direitos e os deveres de cada parte. 

A Lei de Franquias, que foi atualizada há alguns anos, não define o que deve constar no contrato, ficando a decisão com as partes, principalmente a franqueadora. 

 

COF

A COF é a Circular de Oferta de Franquia. Ela funciona como um dossiê que a franqueadora entrega para o interessado na franquia. Nela constam todas as informações da empresa, como modelo de negócio, custos, pendências jurídicas e balanço contábil. 

Com a COF em mãos, o investidor poderá analisar se será um bom investimento e quais serão suas obrigações antes de assinar o contrato. 

 

Prazo de retorno

O tempo que o franqueado terá o retorno do investimento realizado. Para esse cálculo, é necessária uma série de elementos. Mas com esse número, o franqueado saberá como está o andamento de sua unidade para recuperar o capital investido. 

Por exemplo, se a franquia determina o prazo em 24 meses, este será o período previsto para o investidor recuperar o valor inicial investido, calculado muito sobre o faturamento e os gastos. 

 

Taxa de royalties

Quando a franqueadora coloca sua marca no mercado, ela busca além de ampliar seu mercado, outras maneiras de capitalizar. Uma delas é a taxa de royalties.

A taxa cobrada do franqueado, mensalmente, para a utilização da marca até a vigência do contrato. Mas a porcentagem varia de franquia para franquia – geralmente cobrada em cima do faturamento bruto. 

 

Microfranquias

Elas são praticamente iguais às franquias tradicionais, mas que exigem um investimento inicial menor, por contar muitas vezes com uma estrutura menor também. Elas são consideradas como microfranquias quando o investimento mínimo corresponde a R$ 90 mil. 

Aliás, falando em microfranquias, a iGUi, maior fabricante de piscinas de fibra de vidro do mundo, tem uma que se chama TRATABEM. Voltada para os cuidados com o tratamento da água das piscinas, como a venda de produtos, além de outros serviços. 

Mas a iGUi também conta com outras franquias, como a Splash e a própria franquia iGUi, cada uma para um público e também investidores diferentes. 

Se você quiser conhecer mais sobre a iGUi, preencha nosso formulário com seus dados que um especialista da nossa equipe entra em contato contigo!

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Populares

Posts que você também pode gostar

Não perca nenhuma novidade!

Cadastre-se e receba nosso conteúdo.

Blog iGUi

A iGUi é considerada a maior marca de piscinas do mundo. Nosso trabalho leva o melhor da tecnologia para fabricação de piscinas, unindo sustentabilidade e conservação para trazer excelência e satisfação para todas as pessoas.

Contato

0800 777 4484